quinta-feira, 4 de outubro de 2012

35


Com alguns dias de atraso, é verdade, mas não deixo de vir cá assinalar esta efeméride. Á 5 anos atrás começava a escrita aqui no pasquim, a coincidir com a minha entrada na idade da sabedoria (pelo menos é o que consta). Muitas voltas a minha vida deu nestes últimos 5 anos, e a ideia original por trás deste blog era como que criar um livro de bordo a descrever os momentos mais importantes, ou pelo menos os momentos mais importantes passíveis de serem cá descritos. É difícil conseguir conjugar o que eu acho que devo escrever do que eu acho que devo ocultar, já que isto é um espaço público que toda a gente pode aceder. No entanto acho que para qualquer dos posts que cá coloquei, consigo voltar ao momento em que o escrevi e lembrar o que me passava pela cabeça nessa altura, e por isso a parte privada que não consta destes textos está marcada profundamente na minha mente, e este blog então age como um ponto de partida para a imaginação, um índice para as partes mais claras e mais obscuras do meu intelecto.

Quanto ao meu aniversário, foi mais um, essencialmente... acho que estou na altura de começar a deixar de os contar, já são muitos... continuo a não sentir que tenho a idade que tenho, apesar de que essa sensação é uma coisa um bocado absurda... vamos medir porque padrões? Eu normalmente prefiro comparar-me com as pessoas que eu conheço que com a minha idade ou menos estão gordos, feios, com os dentes estragados... mas bem lá no fundo sei que não é assim. Não estou fora de forma, acho eu, mas a idade sente-se quando se olha para trás e se chega á conclusão que não há assim tanta obra feita, que a maior parte da minha vida é feita de deita tudo abaixo e constrói tudo de novo, e isso começa a cansar, principalmente porque começas a perceber o quão efémero tudo é... como dizia um grande amigo á pouco tempo atrás: "daqui a uns anos isto deixa de ser nosso".

Coisas positivas: Recebi uma catrefada de mensagens pelo facebook a me desejar os parabéns - é bom saber que as pessoas lembram-se e deixam mensagens bonitas, mesmo que a maior parte das vezes seja o facebook que as lembre, mas que se lixe, eu sou terrível para me lembrar de datas e o facebook já me lembra da maior parte das coisas mesmo. Consegui juntar aqui em casa um grupinho porreiro para beber umas cervejolas e comer umas pizzas e dar umas gargalhadas - nada mal para o meu primeiro aniversário passado em Londres.

Coisas negativas: Não recebi chamadas de pessoas muito importantes na minha vida, o que é um bocadinho triste e faz perceber como a distância já faz mossa.

Coisas neutras: Frio e tempo cinzento, mas isso já não me faz confusão. O Glorioso ganhou este ano outravez, mas já não ligo muito a bola para ser honesto.

1 comentário:

Anónimo disse...

Coisas positivas: Fazeres parte da minha vida!
Coisas negativas: Não estares ao meu lado neste preciso momento...
Coisas neutras: tudo resto :)

Bj,
Marie