quinta-feira, 12 de julho de 2012

Para onde vou hoje?


Volta e meia sentes que a tua vida não faz muito sentido, que estás sempre a fazer as mesmas coisas, sempre a percorrer os mesmos caminhos, sempre a falar com as mesmas pessoas. O problema é que fazes toda essa rotina não porque gostas, mas porque por alguma razão acabaste por faze-lo, alguém te colocou naquela rotina e não sabes bem como, nem quem, nem porque. No entanto chegas á conclusão de que foste tu que te colocaste lá, e apesar de ser um jugo tremendo atravessar o dia todos os dias, ninguém na verdade te obriga a isso.

Um video com muita alma, que faz pensar no verdadeiro significado da vida e no que realmente nos faz feliz...

1 comentário:

Marie disse...

Ilusão... Para ele é opção ser pobre, ser rico, ter que comer na mesa ou não... as pessoas pobres simplesmente não têm essa opção. Tenho a certeza que seriam mais felizes se tivessem um pedaço de pão para dar aos filhos quando estes chorassem de fome.
Os pobres não são mais ou menos felizes. O problema são as "pessoas", quanto mais têm mais querem, pensam no que não têm e constroem barreiras á sua volta que as impossibilita de ver que com pouco se pode ser feliz. Isto afecta ricos e pobres, gregos e troianos.
Para mim essa é a mensagem, não tem a ver com dinheiro. Tem a ver com soltar amarras. Tem a ver com aproveitar o que tens. Tem a ver lutar pelos teus sonhos. Tem a ver com ser feliz dia a dia. Ou pelo menos tentar.