sexta-feira, 11 de maio de 2012

Bernardo Sassetti


À vontade, copiem os meus discos. Pirateiem a minha música à vontade, mas oiçam-na. Eu prefiro que o façam, mas que oiçam, que tentem compreender, gostar, partilhar. Se há coisa que me lixa é que as pessoas digam, como já disseram: "Eh pá, tenho estado a ouvir o teu disco no carro, aquele que começa com plim... plim... plim". Eu não faço discos para ouvir no carro. Não faço.

 Sim senhor... um abraço!

Sem comentários: