terça-feira, 27 de julho de 2010

Formula 1

"Yepieeeee!!! Papá me compró este trofeo"
Este fim de semana percebi o porquê de não assistir a uma corrida de formula 1 á uns bons 15 anos - aquilo tem mais batota que as corridas de bicicletas.
Então ia o Filipe Massa quase a cortar a meta em primeiro quando o team manager da ferrari diz-lhe por rádio para encostar e deixar o espanhol ganhar... Wuhuuu, grande vitória para o Alonso, sim senhor, muito bem! clap! clap!

Esqueceu-se a equipa italiana de que este grande prémio da alemanha era o primeiro em que as transmissões de rádio eram abertamente disponíveis para as televisões, e durante algum tempo tentaram manter a farsa dizendo que o brasileiro enganou-se e meteu 3 marchas seguidas, e o Alonso aproveitou... Pena para eles que milhões de telespectadores á volta do mundo ouviram exactamente, palavra a palavra o que Alonso se queixou ao chefinho (que Felipe Massa não o deixava passar) e como o chefinho Rob Smedley disse ao Massa para esquecer a corrida.

Quando perceberam a porcaria que tinham feito, em vez de fazer um mea culpa e assumir alguma coisa da trapalhada que tinham feito, acusaram os que lhes apontaram o dedo de hipocrisia, de que combinar resultados entre equipas (apesar de ser abertamente contra as leis da competição, e do ponto de vista desportivo... ridículo) é uma coisa que sempre existiu na F1 e que sempre existirá... bom saber disso!

Querem hipocrisia? E que tal andarem sozinhos nas pistas, sem publico sem nada? Ia ser porreiro, tipo amigos a se juntarem para umas corriditas de fim de semana, em que se queima muito pneu e se torra muito dinheiro.

É interessante saber que no que toca a ganhar, na Formula 1 não se olham a meios para atingir os fins. É uma questão de tempo até o castelo ruir. Por mim, prefiro ver o nosso campeonatozinho da treta onde se compram árbitros com err... fruta. É mais honesto assim.

Sem comentários: