segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Momento solene



Nenhum blog se pode verdadeiramente considerar abrangente em termos sociais sem os seus trolls. Trolls (no contexto internetês) são aqueles chatos que vão comentar coisas na internet só para chatear quem escreve, e para despejar todo o ódio e frustração que lhes vai na alma de formas que não lhes adiantam rigorosamente nada.

O estereótipo que eu crio desta gente, é o do velhote imigrante reformado, que vive lá no Canadá, que o tempo tratou de aguçar a sua amargura, que sempre disse mal de tudo e de todos, e que agora viu na internet uma forma de obrigar o mundo a ler o quanto ele não gosta dos outros. Normalmente adora comentar todo o que se passa no país natal, e retratar pejorativamente a terra mãe, já que no Canadá tudo é melhor do que cá na terra.

Acontece que normalmente esses cromos limitam-se a espalhar o seu fel pelas páginas de comentários do sapo notícias e correio da manhã (estes ultimos mais hard-core) porque o que lhes interessa verdadeiramente é audiência para as suas parvoíces, coisa em que um site de notícias é claramente mais capaz.

Pois bem, todo o blog que se preze tem os seus trolls a chatear, e eu finalmente tive o meu! Um conterrâneo meu lançou um comentário parvo a visar um post meu de á 2 anos. Que grande dia!! :)

Por momentos estive tentado a responder-lhe, mas respirei fundo e percebi que era isso mesmo que os trolls desejam, por isso, simplesmente apaguei o comentário.

3 comentários:

Edson Medina disse...

Eu colecciono-os com muito carinho.

Checka o post dos ratos de mafra no meu blog. É uma festa. :D

Elma disse...

Os monstros também precisam de amigos... Não sabem é como encontrar!

Nélio disse...

Vão encontrá-los noutro lado qq. Crominhos da JSD-Madeira (que era o caso) não me interessam minimamente como amigos :)

Quanto aos ratos de mafra... irra edson, santa paciência que tu tens. Primeiro nem sabia da história, depois... como é que a existência ou não de ratos assassinos é um tema querido para tanto troll... é mistério:)