sexta-feira, 20 de novembro de 2009

South Africa 2010


"Mwahh ahhh ahh, zee silly leetle irish"

Com um gesto que seria irregular até no basquetebol, Thierry Henry tornou-se por estes dias o mais famoso futebolista mundial, por todas as piores razões. O melhor que a FIFA podia fazer, a bem de uma credibilidade á muito arredada deste desporto, e a bem de uma base de fãs de milhões de crianças e adolescentes que não deve aprender que fazer batota compensa, seria mandar repetir o jogo em campo neutro. Ficavam todos a ganhar, os irlandeses porque teriam uma hipótese justa de discutir o jogo, os franceses que não iriam entrar no mundial da Africa do Sul pela porta dos fundos. Infelizmente a FIFA - fazendo jus ao seu longo historial de autismo, já veio a publico dizer: "Não senhor, não há repetição para ninguém".

A verdade é que, em termos futebolísticos já ninguém gramava os franceses. Passaram de uma selecção de medíocres caceteiros a uma de vilões farsantes. E estarão perante as outras 31 selecções como aquele tipa burra que só foi contratada porque dormiu com o patrão.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Amiga dos cavalos

Rita Ferro Rodrigues, a conhecida filha do Ex-Ministro e também apresentadora de programas da manhã, ao entrevistar uma profissional da tauromaquia, fez questão de frisar o facto de que os apoiantes das touradas gostam de animais, lembrando o facto de que esta (a entrevistada) chorou quando o seu cavalo teve uma paragem cardiaca em plena arena.

Ora bem, minha querida Rita: chorar quando se lhe morre o cavalo, apenas te faz gostar de cavalos. Maltratar touros de forma profissonal (ou de qualquer outra forma, para sermos francos), fazendo-o alegremente em cima de um cavalo torna-te não só covarde mas também... digamos, imbecil.

Um beijinho Rita, para a próxima tenta ficar caladinha. Ficas mais gira assim :)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

De lisboa a badajoz...


... demora-se 2h12m segundo o Google Maps, e percorre-se uma distância de 225Km. Eu não fui a Badajoz, desengane-se o caro leitor, mas se fosse teria gasto menos tempo do que o que gastei hoje a tentar chegar a casa de transportes públicos. Foram exactamente 2h20m desde o centro de lisboa onde eu trabalho até aos arredores de cascais onde resido.Tendo em conta que até tenho a entrada do metro á minha porta, é um bocado ridículo que os transportes publicos nesta terra funcionem tão mal a horários tão ridículos e de forma tão pouco sincronizada.

Resumo da minha aventura:
Metro - 2 linhas, 40 minutos até ao Cais do Sodré.
Combóio - Uma aventura para comprar um reles bilhete, porque nenhum dos postos de venda automáticos (porque os manuais estavam fechados) tinha multibanco, e o pormenor mais bizarro tinha a ver com o facto de que a caixa multibanco se encontrava dentro da zona restrita do comboio, a tal onde se tem que passar o bilhete (que ainda não se comprou, porque não se consegue pagar com multibanco), numa espécie de deadlock. Depois disto, e porque se perdeu o combóio por 30 segundos, é tratar de esperar 30m pelo próximo e mais 40 de viagem até cascais.
Autocarro - Até seria giro ter um autocarro para me levar a casa, mas uma vez que o último saíu da estação ás 9 e tal da noite, não há nada pra ninguém. A solução é mesmo fazer meia dúzia de km's a pé para ir para casa.

Foram 2h20m nesta aventura, num percurso que de carro faço em 25m. É óbvio que quem manda nesta terra não faz a menor ideia do que é andar em transportes públicos ou se a tem, falta-lhe tem um pingo de vergonha na sua cara de vigarista, quando vem apregoar o uso de transportes públicos para bem do ambiente, da economia ou do raio que os parta.

RIDÍCULO!!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Winter sucks

 

Apesar de ter sangue de pescador, o meu corpo não se dá bem com temperaturas abaixo dos 15 graus. É uma pena que o calor só volte por uns bons longos meses.
Posted by Picasa

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Mau feitio


Ando com um mau feitio do caraças. Para quem me conhece á muito tempo e sempre achou que era uma alma pacífica, porventura há de apanhar uns sustos por estes dias. Para quem acha que sou incendiário e que tenho mesmo mau feitio, então não há de notar diferença nenhuma.

Aos injustamente lesados pelos meus excessos de raiva, as minhas sinceras desculpas.