segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Preços dos combustíveis nas autoestradas

Percorri este fim de semana a A1 nos dois sentidos, e achei piada ás novas placas de informam o condutor do preço dos combustíveis nos próximos 3 postos, bem como a sua distância, ora...

...tanto para no sentido sul-norte, como no sentido norte-sul, os preços do gasóleo e da gasolina 95 são rigorosamente iguais, até á centésima do cêntimo.

Andou-se a gastar dinheiro a meter placas todas xpto, quando podia-se perfeitamente por uma indicação "não interessa", ou então "tanto faz", ou ainda aquele perfeitamente esclarecedor "zé, vais ser enrabado na mesma, tás a olhar para isto porquê?".

A audácia das gasolineiras é fabulosa, é como se soubessem que mesmo colocando o preço igual em todos os 14 postos de combustíveis ao longo da A1, tivessem a garantia que qualquer investigação por parte da "Autoridade para a Concorrência" fosse sempre dar a mesma resposta: "Não há de forma alguma concertação de preços".

E rimos todos...

ps: num estranho twist tal qual um filme de M. Night Shyamalan, Isaltino Morais, conhecido por ser bandido e também presidente da câmara de Oeiras, foi condenado a uma pena de prisão efectiva de 7 anos, mais perda de mandato, por crimes de fraude fiscal, abuso de poder, corrupção e branqueamento de capitais. A minha alma está parva, será que este país vai finalmente enveredar por um caminho de uma sociedade justa e livre? Confesso que a minha alma de português acha que ele vai meter um, dois, três recursos e depois há de ser absolvido ou levar com uma pena suspensa, não sem finalmente ter que pagar 10 euros de multa mais juros de mora.
Ah, e pelo meio o povo sensato de Oeiras ainda o há de reeleger para mais 30 mandatos, e erguer estátuas e dar o seu nome a ruas da bela localidade.
Mas para já, vamos rejubilar, ok? Temos sistema Judicial.

Oh Isaltino, toda a gente sabe que não brinca com o fisco, já o Al Capone tinha toda a gente na sua folha de pagamentos (juízes, polícias, políticos..., you name it) mas ainda assim acabou preso por evasão fiscal.

1 comentário:

Edson Medina disse...

O Al Capone não era português. :)