quarta-feira, 29 de abril de 2009

Que coisa irritante

Há dias foi o Last.fm que foi com os porcos (literalmente: usa, uk, de) agora é o Daily Show e o Colbert report que exibem a mensagem:



Confesso que isto de os americanos nos começarem a embargar o resto do mundo começa a me mexer com os nervos. Onde é que isto vai parar?

Ultimamente parece que avançamos para criação de fronteiras na internet, estivemos desde sempre com esta ideia de que era um repositório de informação livre e universal, mas de repente alguém descobriu que deviamos mas era fazer dinheiro com a coisa, e agora bora explorá-la até secar...

terça-feira, 28 de abril de 2009

Wake Up!



O vídeo, feito pela divisão portuguesa da McCann-Erickson para a quercus está muito bem conseguido, a musica está brilhante, a mensagem é para passar.

25 de Abril na Madeira

Há 35 anos, o 25 de Abril na madeira nada teve que ver com a revolução dos cravos. Foi um golpe de estado ao estilo da américa latina, onde se substituiu um ditador por outro, um regime putrefacto por outro podre, que 35 anos depois já se deu ao luxo de nem sequer querer festejar a ocasião que lhe permitiu usurpar o poder, pois teria que invocar falsamente palávras como "justiça" e "liberdade" que tanto lhe são alheias.



Foi curioso ver como "o braço armado do regime" (também conhecida por PSP) andava pelas ruas da cidade feitos baratas tontas, sem saber bem o que fazer, oscilando entre a necessidade de cumprir a lei (afinal de contas, estavam câmaras de TV lá) e a necessidade de agradar aos seus lideres. Belos tempos em que se podia simplesmente dispersar uma multidão á bastonada... devem ter pensado.

Como madeirense "no exílio" subscrevo em absoluto o vídeo.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

O fim do Last.fm


O last.fm, um serviço que uso á uns 3 anos e que por imensas vezes descrevi e publicitei aqui no pasquim, passou a partir de hoje a ser pago. Até seria de compreender, um serviço que tivesse uma relação próxima com as distribuidoras de música que têm um conhecido (e insaciável) apetite voraz por dinheiro, nunca ficaria gratuito por muito tempo.

O custo do serviço até nem é nada por aí além, 3 euros por mês, perfeitamente justo por um serviço que tinha muita qualidade, o problema é que decidiram colocar o serviço pago no mundo inteiro á excepção do Estados Unidos, Grã Bretanha e Alemanha, descriminando o resto do mundo, como se de utilizadores de segunda se tratassem.

Até podia pagar se todos os utilizadores no mundo fossem tratados por igual, mas recuso-me terminantemente pagar uma "multa" por não ser Americano, Inglês ou Alemão.
Sendo assim... temos pena. A minha conta vai ser terminada.

Será que a indústria fonográfica nunca vai aprender a gerar "good will" entre os seus consumidores? É tiro no pé atrás de tiro no pé...

Anseio pelo dia em que a distribuição de música no mundo seja feita directamente do músico para o seu público, descartando de vez o "middle man" mafioso que anda á décadas a encher os bolsos sem fazer porra nenhuma, insistindo num modelo de negócio caduco e processando todo e qualquer um que se lhe atravesse no caminho.

Mas já estivemos mais longe.

Entretanto já descobri dois serviços que prometem:

Grooveshark
Jango

Que liberdade é esta...

... que nem uma revolução dá para fazer?

Esta Cláudia Pires que aparece no início e no minuto 1:40 do vídeo é que tem razão. Salazar era grande, levantou coisas - uma ponte inclusíve, e deu-lhe o seu nome!



O Zeca Afonso deve estar a rebolar no túmulo

terça-feira, 7 de abril de 2009

Porra, calem-se!!!


Chama-se (imaginem) "Xutos e Pontapés" o novo album da banda... do mesmo nome, digamos assim.
É o título original do novo disco de originais dessa mítica banda portuguesa que nos maltrata os ouvidos já vai pra mais de 30 anos...
Que bons foram estes 5 anos em que eles não lançaram nada, e que só uma ou outra vez por dia se ouvia uma daquelas músicas de tremenda complexidade lírica do tipo "ai se ele cai, vai se partir" nas rádios portuguesas.
Juntamente com o Paulo Gonzo e o João Pedro Pais, formam a tripla de destacados prevaricadores músicais que nos poluem as ondas radiofónicas com os seus "sons". O que vale é estes dois últimos senhores andam quietos, porque acho que o país não aguenta mais do que um album destes por ano. Deus nos valha se o Miguel Ângelo também decidir cantar agora, é que todos os sinais do apocalípse ficam assim reunídos!!

Meus senhores, tomem (e sigam) o exemplo de lendas como o Jim Morrisson, Janis Joplin ou Elvis Presley! :)

domingo, 5 de abril de 2009

Jantar de ex-colaboradores da Vertical One

 

Coisa estranha, comemorar a saída de uma empresa, pelo menos desta forma tão efusiva.
A verdade é que em 2007 eu e muitos amigos meus (uns que já eram, outros que passaram a ser) fizemos uma escolha profissional que na altura parecia ser a mais correcta e que mais tarde mostrou-se absolutamente desastrosa. Uns perceberam logo onde estavam-se a meter, outros como eu ainda demoraram algum tempo a entender a gravidade da situação ou recusaram-se a baixar os braços perante a adversidade. O conteúdo desses meses de trabalho nessa empresa davam (e deram) tema para muitos posts em muitos blogs, a seu tempo hei de colocar aqui a minha visão das coisas, mas por agora fica o testemunho da alegria de todos nós termos saído vivos e mais ou menos incólumes da situação e todos estamos bem melhores. Foi bom ver toda a gente feliz finalmente, sem o estigma do E. a pairar sobre nós e sem o medo de poder repentinamente ficar em maus lençóis.

Tal como disse a todos na sexta á noite, por uma coisa temos que lhe dar crédito: se não fosse por ele, não teriamos nos conhecido a todos, e sim, é uma honra poder contar com todos vós como amigos.

Parabéns a nós todos!

sábado, 4 de abril de 2009

Saudades


Casamento, originally uploaded by Nélio.

Não é novidade nenhuma, saudades dá todos os dias, umas vezes chega mais a dentro do que outras... hoje foi complicado...

Um beijo grande, espero que onde estão dê para ler blogs.

9 anos... a minha vida nunca mais foi a mesma

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Quando eu morrer...

... quero que o meu funeral seja nem que seja um bocadinho como este.

Uma breve nota introdutória. Graham Chapman era um dos 5 membros dos Monty Python, provávelmente o grupo mais divertido que algum dia pisou a terra e do qual eu sou fã irredutível, como já devem ter percebido os mais assíduos leitores do meu blog. Faleceu em 1989.

Este foi o seu funeral, que acabou por ser o seu sketch final dos Monty Python.



Memorável, no mínimo...

"Novo" Layout

Na verdade não é novo, só lhe mudei o header, e adicionei um endorsement de peso :)

A fotografia foi tirada no mês passado na lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, claro.

Aceitam-se criticas, aplausos e sugestões...

... e espero não ser excomungado:)