quinta-feira, 26 de junho de 2008

Lindo!



a Free Hugs Campaign é um movimento global que promove campanhas de "abraços grátis" com o único propósito de fazer os outros sentirem-se melhor, por todas e por nenhuma razão.

A Margarida, Sylvìe e Vera, fizeram isto em braga, e achei tão fixe que não deu para ficar fora do meu blog.

Os meus parabéns!

terça-feira, 24 de junho de 2008

Parabéns mano!


Á vinte anos que a minha vida é mais feliz por tua causa. Desculpa ser mais um aniversário que passo longe, o irmão mais velho tá a ganhar a vida no continente, espero que para o ano as coisas já sejam diferentes (a bola tá do teu lado, não é?! :)
Um grande abraço, espero que sejas muito feliz neste dia.

P.S. - Um beijinho para a minha querida rô-zane, leitora assídua mais recente aqui do pasquim (parabéns atrasados, desculpa!!)

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Tempos difíceis


"A crise global não é só energética e alimentar (...). É também política, financeira, económica, social e ambiental. Uma crise de civilização, estrutural, que teve o seu epicentro na América de Bush (...) e que começa a repercutir-se na Europa e nomeadamente na nossa vizinha Espanha. Vai chegar cá. Ninguém tenha ilusões."

Mário Soares, "Diário de Notícias", 17 de Junho de 2008

São de crises desta magnitude que se criam novos tempos, novas ordens mundiais, novas civilizações, novos valores. Que venha a crise então, cruzo os dedos para que possamos saír dela com uma esperança renovada no futuro, enquanto povo, civilização, espécie...

terça-feira, 17 de junho de 2008

Continuamos á espera


Desde o passado dia 24 de Abril que aconteceu a "liberalização" da linha aérea entre portugal continental e a madeira. Coloquei "liberalização" com aspas e itálico propositadamente. Não havia concorrência na altura, continuamos sem concorrência ainda, e sem novidade nenhuma á vista, tirando o fumo branco da Fly MI que eu coloquei no blog á uns tempos atrás. Agora enquanto a TAP e a sua prostituta vivem tempos de fartura graças aos bolsos dos cada vez mais pobres portugueses (juntando-se a outros como a Galp e a BP), surgem opções novas no horizonte, opções essas que me deixam algo triste...

Durante este verão, a Naviera Armas, uma empresa espanhola de ferries vai efectuar a travessia marítima entre Portimão e o Funchal em troca de 75 euros por pessoa por cada percurso. Esta viagem demora 21h30m. De repente parece que volto aos tempos de que o meu querido avô Agostinho falava, do paquete Santa Maria que levava os esfomeados madeirenses para o Brasil e para a Venezuela, e os abastados para o continente.

Engraçado que o mercado de ferries, a 150 euros por viagem de ida-e-volta só se torna viável em função do absurdo do preço das viagens praticado pela TAP.

Continua a ser bem mais barato irmos para inglaterra pela easyjet, sublinho: bem mais barato! Pode ser que qualquer dia a malta se junte a eles e passamos a pertencer a um país como deve de ser, mais á imagem da cultura e maneira de ser das pessoas da madeira. Uma coisa é certa, aprendemos inglês bem rapidinho!

Antes disso é só tratar de deportar pessoas como a Dª Conceição Estudante e o nosso querido Fidel.