quarta-feira, 28 de maio de 2008

Slackware é foda!


Porra, nunca mais vou fazer troça da malta do Slackware, esse povo é bem tramado!!! Ahahahah

A notícia pode ser lida aqui.

Vou ali e já venho



Chopp preto da brahma, agua de côco, suco de abacaxi com hortelã, pastel de carne seca com catupiry, feijão temperado, pizza de abobrinha no brás, açaí com banana e crocante...
Feriaaaaasssss!!!!!!

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Postal - The movie

Para quem como eu jogou o Postal 1, em 1997 e depois ao postal 2 em 2003 e não se tornou num homicida psicopata (eu gosto de achar que não :) ) surge agora o filme, baseado na personagem original.

O trailer do filme só por si diz mais ou menos do que se trata, este em especial dá uma versão bem... personalizadada... do que realmente aconteceu no 11 de Setembro.

Para ser levado da mesma forma que a vida, i.e. não demasiado a sério :)

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Cirque du soleil - Quidam



O Grand Chapiteau montado no passeio marítimo de algés estava lotado para ver o mais recente espetáculo do Cirque du Soleil a passar aqui por Lisboa. Consegui um lugar excelente a uns 4 metros do palco.
Foram 2h30m absolutamente mágicas, um espetáculo memorável. Ainda está até dia 25 de maio aqui em lisboa, e aconselho vivamente, é do dinheiro mais bem gasto que se pode ter.
Já tinha ido ao espetáculo Delirium em dezembro no pavilhão atlântico, e as espectativas estavam bem altas: pois bem, foram largamente superadas.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Fly.MI estuda de criação de companhia na Madeira

A empresa Fly.MI - Aviação e Negócios estuda a possibilidade de criar uma companhia aérea na Região Autónoma da Madeira revelou na quarta-feira o seu presidente o ex-comandante da TAP, Miguel Freitas.

«A Fli.MI está a fazer um estudo no sentido de saber se é realmente possível criar uma companhia aérea na Madeira e esperamos ter uma resposta dentro de dois meses«, revelou Miguel Freitas à margem de um cocktail que reuniu alguns hoteleiros, agentes de viagens e responsáveis pelo turismo.

«Neste momento, está só em fase de projecto e estudo», adiantou. Por seu lado, Debra Santos, directora de vendas da Boeing para a Europa, considerou «interessante» a ideia deste projecto de uma companhia aérea para operar entre a Madeira e o Continente e, posteriormente, em alguns mercados turísticos europeus, e manifestou o apoio da companhia à Fly.MI que deverá adquirir no seu arranque duas aeronaves à construtora norte-americana.

«É uma oportunidade da Boeing se introduzir em Portugal», comentou ela.A secretária regional do Turismo e Transportes, Conceição Estudante, que também esteve presente nesta iniciativa, disse que o Governo Regional «acompanha este projecto e os seus estudos e, depois, o futuro dirá».

Representantes da banca, designadamente do BANIF, e do Grupo Savoy, liderado pelos comendadores Horácio Roque e Joe Berardo, eram algumas das entidades presentes neste encontro.


Fonte: Diário Digital / Lusa

Comentarei este assunto assim que possível, mas é uma boa notícia, por isso é que coloquei já aqui.

sábado, 3 de maio de 2008

Campanha eleitoral á Zimbabué...



Aqui á uns dias, escrevi umas linhas aqui de como o povo do Zimbabué tinha dado uma lição ao mundo sobre democracia. Deu, de facto, saíu á rua, foi votar em peso e mostrou que não queria mais o tirano Robert Mugabe no poder. Infelizmente, um facto que é sobejamente conhecido é que na maior parte de Africa (tal como nos estados unidos, se analisarmos bem) o voto do povo não tem qualquer peso efectivo, e tudo se decide nos bastidores. As eleições só são livres quando o eleito é aquele que detém o maior poder, caso contrário é garantido um derramamento de sangue para repor a "normalidade". Apesar de ter perdido, o ainda presidente do Zimbabué conseguiu que o tribunal eleitoral daquele país forçasse uma segunda volta para decidir melhor quem é que ganhava, e agora entre discursos para alegrar ocidental anda o homem a comprar "material eleitoral" aos chineses para "lutar" pela segunda volta das eleições. Claro que os chineses estão se puramente nas tintas acerca de quanto sangue vai ser derramado com a mercadoria que vende. O Mugabe paga bem e paga a horas, o resto é história. Os americanos porventura não ganharam o negócio porque fizeram um preço maior, porque senão a campanha eleitoral seria feita com M-16's.
Acho que ninguém na europa anda a vender armas ao Mugabe, existe cá uma espécie de consciencia humanitária global, seja ela boa ou má, e vender armas a assassinos sanguinários não faz muito bem ás sondagens eleitorais.
Valha-nos Deus

Ofra Haza

Ofra Haza era uma cantora israelita que tinha uma voz que me faz arrepiar sempre que ouço as suas músicas.
Não entendo nada de hebraico, mas ouvir as musicas dela é uma experiência quase espiritual.



Esta foi a sua última aparição em público, em 1998, nas comemorações dos 50 anos do estado de Israel.

זיכרונה לברכה